Páginas

Livre

Postado por Soninha | Marcadores: | Posted On sexta-feira, 19 de agosto de 2011 at 15:18




Quando a gente consegue, finalmente, romper com um problema que está nos angustiando, quando consegue se livrar de um fardo pesado, a sensação de alegria, alívio e felicidade nos toma conta sobremaneira.

É assim que estou me sentindo depois de rescindir da carga que me incidia nos ombros... leve, mitigada, feliz... até porque  eu escolhi ser feliz.

Do amor ao ódio

Postado por Soninha | Marcadores: , , | Posted On at 08:04

No mesmo ventre que foi gerado o amor, nasceu o ódio.

Enquanto o amor era ingênuo e puro, o ódio, que nada tinha de tolo, era esperto e clarividente.

A doçura do amor conheceu o fel do ódio.

Eles sempre estiveram tão próximos um do outro que, inevitavelmente, um dia se encontraram e casaram.

Mas, nesta relação o ódio oprimiu o amor, até que ele sucumbiu.

E viveram infelizes para sempre...

Prazer e lágrima

Postado por Soninha | Marcadores: | Posted On quinta-feira, 18 de agosto de 2011 at 13:36




Então a memória da minha libido recordou-se da lisura e macies da tua pele negra roçando na brancura do meu corpo, em contraste com o rigor e firmeza de teus movimentos de me amar.

A cabeça rodopiou, a tez arrepiou e um deleite lento, saudoso e intenso, molhou-me de prazer e lágrima.

Saudação aos meus amigos!

Postado por Soninha | Marcadores: , , | Posted On terça-feira, 16 de agosto de 2011 at 13:40



  • Saúdo minha mamãe Yansã: Eparreyô, Oyá! Saudação aos majestosos ventos de Oyá!
  • Saúdo Pai Joaquim de Cambinda: Pai Joaquim, ê, ê! Pai Joaquim, êá! Salve o dono da minha casa!
  • Saúdo papai Oxalá: Èpa Babá, Oxalá! Obrigada pela honrosa presença, pai!
  • Saúdo pai Ogum: Patakori, Ogum! Ogunhê pàtaki ori! Muita honra em ter o mais importante dignitário do Ser Supremo!
  • Saúdo Exú e todo povo da rua: Laròyê, Exú! Exú é mojubá! Saudação amiga ao compadre!
  • Saúdo Oxum: Arayê Yê, Oxum! Salve a senhora da bondade!
  • Saúdo Xangô da justiça: Kaô Kabiecile, Xangô! Permita-me olhar sua alteza real!
  • Saúdo Oxossi: Okê Arô, Oxossi! Salve o grande caçador!
  • Saúdo Ibeji – as crianças Cosme e Damião: Oni Beijada! Doun! Ele é dois!
  • Saúdo Pai João, Maria Conga e todos os Pretos Velhos: Adorei as almas!
  • Saúdo Odoyá: Omiodo Odôciabá, Yemanjá! Amada senhora das águas!
  • Saúdo Nanã: Saluba, vovó! Mãe de todas as mães!
  • Saúdo Omolu: Atoto, Obaluaiê! Silêncio, ele está entre nós!

Saravá!